20170120: O Vigésimo Nono Dia na Europa (Fotos e Comentários)

Hoje, sexta-feira, faz vinte e nove dias que estamos na Europa. 9h da manhã. Não estou com ânimo para fazer muita coisa. As andanças dos últimos dias estão cobrando seu preço. Hoje pretendo ficar meio de molho, arrumando minha contabilidade e começando a reorganizar minha mala. De todos os do nosso grupo, eu fui quem menos comprou: cinco livros (três sobre história da Bélgica, um sobre história de Aachen, e um sobre a históris do cristianismo primitivo), dos quais alguns pequenos, um disco rígido de 2,5” (4TB), bastante pequeno, e um power bank, do tamanho de um telefone celular. Não comprei uma peça de roupa. As meninas compraram muita coisa e a Paloma, alguma.

o O o

Depois de todo mundo acordar, mais ou menos na marra, no caso das meninas, tomamos um café e a Paloma resolveu visitar o subsolo da cidade, onde há excavações arqueológicas. Quem nos revebelu o fato foi a Daisy Grisolia, ontem. Como não estava muito afim de sair feito minhoca pelo subsolo da cidade, resolvi andar, voltando até a área dos museus e da sede da Comissão Europeia (que fica perto). Acabei andando das 10h55 até às 12h35, só parando para tirar uma foto ou outra.

Cheguei de volta ao hotel e as femininas saíram. Como a moça da limpeza chegou para limpar, desci para o lobby, onde estou, tomando um chocolate quente…

Tirei algumas fotos lindas. A mais linda de todas foi de uma fonte / chafariz, na frente do portal que separa o AutoWorld do Musée de l’Armée et de l’Histoire Militaire. A água sai, sobe, e cai, e vai congelando, formando um montinho de gelo que forma um círculo.

Vide três dessas fotos colocadas no Facebook hoje, em:

Coloquei também no Facebook, hoje, algumas fotos adicionais que ilustram meu post de ontem. Elas figuram como comentário a esse meu post. Vide as fotos no URL abaixo e nos comentários à foto principal (que não foi tirada por mim, mas foi copiada do site do Museu, durante a primavera ou o verão):

Tirei também agora cedo algumas fotos de prédios da Comissão Européia e de seu Conselho, aqui pertinho do hotel onde estou hospedado. Eles mostram para onde está indo o dinheiro dos europeus: para sustentar burocratas que acham que vão salvar o mundo com medidas internacionalizantes, de caráter intervencionista no destino dos povos europeus — que, tenho certeza, assim que a saída da Grã-Bretanha começar a mostrar fruitos, vão começar a abandonar a União Européia em uma correria só. Eis algumas das fotos:

Há prédios gigantescos e luxuosos para tudo o que é coisa: supervisão da caça e da pesca; controle de portos; condições climáticas; direitos sociais; inclusão social e solidariedade; etc. You name it, they have a division, a building, and about a thousand fonctionnaires. Só saem ganhando os burocratas e a cidade de Bruxelas – e, imagino, em menor grau, a de Luxembourg e a de Strasbourg.

o O o

Por enquanto, é só. Pretendo voltar à carga.

Em Bruxelas, 20 de Janeiro de 2017.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s